Programa Cisternas nas Escolas

PROGRAMA CISTERNAS NAS ESCOLAS: Programa de Formação e Mobilização Social para a Convivência com o Semiárido
Municípios: Barreira, Russas, Pereiro, Potiretama e Limoeiro do Norte.
Visando a implementação de 49 tecnologias sociais, Cisterna Escolar de 52 mil litros, a fim de contribuir, por meio de processo educativo, para a transformação social, visando a preservação, o acesso, o gerenciamento e a valorização da água como direito essencial à vida e à cidadania, ampliando a compreensão e a prática de convivência sustentável e solidária com o ecossistema do semiárido.

Nas escolas, em relação á água, ha uma multiplicidade de problemas, que vão desde a falta de equipamentos de armazenamento e distribuição, até o reabastecimento das mesmas por carro-pipa ou outros sistemas. O resultado desses problemas é a falta de água, o fechamento das escolas em período mais critico e, conseqüentemente, a violação dos direitos das crianças e adolescentes. Olhando a solução desses problemas percebeu-se que o simples abastecimento das escolas com água pode significar o pleno funcionamento desses espaços e novas formas de aprendizado.  Este aprendizado também passa pelo processo de entender que a cisterna não é apenas uma obra de construção civil.Deste modo, a cisterna possibilita que a água esteja presente nas escolas, mas simultaneamente, respeitando os saberes locais e possibilitando a introdução e aprendizagem de praticas pedagógicas validas e propicias ao Semiárido. As cisternas e a água também podem ser um auxilio ao trabalho interdisciplinar da escola.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *