Mulheres de Barreira realizam ato “Amanhecer pela vida das Mulheres”

Carmen Santiago apresenta números sobre a violência contra as mulheres

“Precisamos nos manter fortes, unidas, conhecedoras de nossos direitos. Essas são armas contra a violência que nós sofremos”, disse Carmen Santiago (Sinsemba) numa fala firme e emocionada denunciando todas as formas de abuso e opressão sofridas por mulheres, focando em dados do nosso estado.

O ato “Amanhecer pela Vida das Mulheres”, que ontem aconteceu em Fortaleza e acontece também noutras cidades do Ceará encontra em Barreira, localizada no maciço de Baturité, apoio e solidariedade de vários segmentos sociais. Estiveram presentes mulheres agricultoras, donas de casa, estudantes, professoras, servidoras públicas, médicas, assistentes sociais dentre outras.Com o objetivo de somar suas vozes denunciando os crescentes casos de feminicídio, principalmente no Cariri, as mulheres tem recorrido a várias ações de denúncia e cobrança do poder público por ações concretas de combate a mais essa modalidade de violência contra as mulheres.

O Governo Municipal de Barreira mostrou-se solidário apoiando o evento e se disponibilizando a juntar-se no diálogo com o governo estadual, na tentativa de fortalecer o combate a todo tipo de violência contra as mulheres.

 

E a Obas não podia ficar de fora, tendo em vista nossa trajetória pela convivência com o semiárido, promovendo diálogos e ações em que as reivindicações das mulheres são prioridades.

A coordenadora do projeto de cisternas, Ivonete Marques – ressaltou a importância de mais uma vez a instituição estar presente em atos públicos que informem pra sociedade a urgência de se cobrar ações concretas de combate a violência contra as mulheres.

E pra somar todas as forças, o ato “Amanhecer pela Vida das Mulheres” juntou-se a “Caminhada pela Paz”, promovida pelo Governo Municipal de Barreira, em parceria com a Secretaria de Educação, mostrando que nossas lutas se unem através do diálogo, da educação, do afeto, da empatia e do bem viver.

Sigamos…